Lição de Casa

PREVENÇÃO À DENGUE MOBILIZARÁ SÃO JORGE DO PATROCÍNIO

Quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Última Modificação: // | Visualizada 522 vezes


Ouvir matéria

Em reunião realizada no anfiteatro da Prefeitura Municipal de São Jorge do Patrocínio na última semana, o Secretário de Saúde Sérgio Laverde definiu como prioridade um conjunto de ações entre as secretarias no sentido de prevenir e controlar o avanço da dengue na região, sobretudo no município. Segundo Laverde, os casos notificados da doença são sinal de um número dez vezes maior, já que na maioria dos casos a doença não se manifesta de forma mais intensa, sendo muitas vezes confundida com uma simples gripe. A agente de controle de endemias Maria Lopes, mostrou em fotos alguns locais da cidade onde é possível a reprodução do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença, advertindo quanto a ações de recuperação de terrenos e notificações de casos. O prefeito Delei Nascimento declarou que a administração deverá aplicar medidas intensas de conscientização e mobilização entre a população principalmente para a prevenção da doença, que já possui casos notificados em algumas cidades da região, o que exige atenção por parte dos municípios, sobretudo em época de verão e chuvas. “Não devemos permitir que um surto de dengue bata à nossa porta, como vem acontecendo em algumas cidades; o trabalho integrado e direcionado é essencial para controlarmos a proliferação do mosquito transmissor, incluindo vistoria em residências e combate aos focos”, afirmou o prefeito. A equipe de saúde planeja executar um conjunto de ações pontuais no sentido de combater os focos de geração do mosquito, que incluem lugares onde acumulem água parada, terrenos baldios e com acúmulo de lixo, poças d’água, vasos de plantas, reservatórios de água para gado, calhas entupidas e caixas d’água. Além disso, são planejadas junto à Secretaria de Educação várias ações de conscientização tanto entre alunos do Sistema de Ensino, quanto entre as famílias, para que estas tomem pequenos cuidados cotidianos evitando o surgimento de criadouros do mosquito em seus quintais. “Se cada um fizer sua parte da melhor maneira, e todos colaborarem, podemos dar uma resposta a essa ameaça que a cada ano circunda nossa região”, declarou Laverde.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde - SJP

 Galeria de Fotos

 Veja Também