ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Natal de Luz / Cultura

ACERVO HISTÓRICO, NATAL DE LUZ E PAPAI NOEL DÃO INÍCIO A FESTIVIDADES DE FINAL DE ANO

Sexta-feira, 08 de dezembro de 2017

Visualizada 214 vezes

Centenas de crianças e famílias estiveram presentes


Um projeto há muito tempo elaborado e que neste ano vinha sendo minuciosamente executado, tomou forma na noite da última quinta-feira, 07, em ocasião da inauguração do Acervo Histórico, Bibliográfico e Digital Profª Laurides Assis de Lucena, em São Jorge do Patrocínio. O evento integrou uma noite de atividades entre a população, que também incluíram a abertura das festividades de final de ano, com o acendimento das luzes de Natal na Praça Alberto Romero e arredores, além da chegada oficial do Papai Noel, que foi recebido pelas crianças e famílias do município. Estiveram presentes o prefeito José Carlos Baraldi e a primeira-dama Dulciléia Baraldi, o vice-prefeito Ronaldo Tinti e a esposa Leila Biazio, a secretária de Educação, Cultura e Esportes Rosângela Galiotti e o presidente da Câmara Municipal Jair Sampaio, além de vereadores, demais secretários, professores, autoridades religiosas, representantes de entidades, equipe administrativa e população em geral. A professora Laurides, homenageada da noite, que cedeu seu nome ao Acervo, foi representada na ocasião pelo seu filho, Paulo Eugênio de Assis Lucena. Após a cerimônia de inauguração, as crianças receberam a tão esperada visita do Papai Noel, que chegou em um trenzinho iluminado com luzes coloridas e músicas natalinas. O “bom velhinho”, recebido pelo prefeito e autoridades, saudou às centenas de crianças presentes, se dirigindo ao coreto da Praça, que foi inteiramente iluminada e decorada para a ocasião. Lá recebeu as crianças para sessão de fotos e distribuição de balas. O trenzinho também ficou disponibilizado gratuitamente para passeio das crianças neste período. A iluminação da praça e prédios administrativos funcionará durante todo o período de Festas, estando aberta a visitação de toda a população e visitantes de outras cidades.

ACERVO HISTÓRICO

A obra foi uma readequação no antigo Telecentro Municipal, que também abrigava parte do acervo bibliográfico escolar (biblioteca), localizado na Praça Alberto Romero, no centro da cidade. Segundo a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, o Acervo pretende oferecer aos visitantes, de forma didática e representativa, todas as informações acerca de aspectos históricos, culturais e políticos que ajudaram a formar a identidade e, sobretudo, a memória cultural, política e econômica do município, por meio de imagens, objetos e textos, disponibilizados nos arquivos de multimídia dos computadores presentes ao espaço. “Este foi um trabalho realizado por muitas mãos, muitas ideias, e muito carinho, para o resgate de nossa memória e de nossa identidade”, declarou Rosângela. “Só temos que agradecer a todos que colaboraram para a concretização deste sonho, seja com trabalho, seja com objetos cedidos ou ainda com todo o material fotográfico, bibliográfico e testemunhal, que ajudaram a formar este tão importante espaço”, completou a secretária. O filho da professora Laurides Paulo Eugênio, também enfatizou a importância do espaço para o resgate da história e identidade da cidade. “A cultura é o principal patrimônio que deve ser valorizado por um povo, pois se preservamos o legado das pessoas que contribuíram para o enriquecimento de nossa história, estaremos enriquecendo nosso presente e futuro”, afirmou Paulo. O prefeito agradeceu a todos os envolvidos no projeto e na elaboração do acervo. “São Jorge do Patrocínio é pequena no tamanho, mas enorme em sua riqueza cultural e na importância de seus aspectos históricos. Por isso é tão importante este local, aberto a toda a população, que oferecerá aos visitantes todo nosso patrimônio cultural e histórico, para que saibamos valorizar cada vez mais esta terra e nossa gente”, observou Baraldi. Logo após o ato de descerrar a fita inaugural, todos foram convidados a conhecer as dependências do Acervo, repleto de utensílios e objetos que representam a vida dos primeiros moradores da cidade, além de painéis que contam a história dos principais movimentos e entidades. O local também oferece uma biblioteca, álbuns de fotos e computadores que servirão para pesquisas, oficinas e programas de inclusão digital.

Fonte: Assessoria de Comunicação - PMSJP

 Outras Notícias