Paisagismo na Cidade

São Jorge do Patrocínio deu início a Plano de Arborização Urbana

Terça-feira, 24 de julho de 2012

Última Modificação: // | Visualizada 265 vezes


Ouvir matéria

São Jorge do Patrocínio deu início a mais uma etapa da execução do Plano Municipal de Arborização Urbana. Todas as árvores da área urbana em fase inicial e média de desenvolvimento estão passando por técnicas de poda. Além de deixar a cidade mais bonita, este trabalho consiste em desobstruir as calçadas para os pedestres e conduzir seu crescimento de forma mais adequada. Desde o início do ano os funcionários da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo passaram por cursos de paisagismo e floricultura na área de jardinagem, realizado em parceria com o Senar. O que foi aprendido vem sendo colocado em prática na implantação do Plano. A primeira versão do Plano de Arborização Urbanaem São Jorgedo Patrocínio, teve início em 2008, sendo este o projeto piloto do CORIPA (Consórcio Intermunicipal do Remanescente do Rio Paraná e Áreas de Influência), passando mais tarde a servir de modelo para todos os municípios que integram este consórcio além de outras cidades no Paraná como, por exemplo, Mandaguaçú e Fênix. Segundo Cesídio Lole Orben, do IAP (Instituto Ambiental do Paraná), tudo o que for planejado com antecedência obtém maior sucesso em longo prazo. Deve-se atentar às situações de hoje já prevendo o dia de amanhã, tais como danos a calçamentos, a fiação elétrica, muros, calhas e iluminação. Nestas ocasiões são aconselháveis árvores que não produzam frutos grandes, e evitar também as que produzam qualquer tipo de substância tóxica e outros riscos que podem ser oferecidos à população. O Plano de Arborização Urbana vem sendo executado por várias cidades brasileiras, tudo isso se deve à função ecológica, no sentido de melhoria do ambiente e até mesmo a estética do local. “Uma árvore em frente a uma determinada casa, traz também uma identidade a esta, embelezando o local e fazendo com que o morador desta mesma possa adotá-la, como se fosse um animal de estimação, proporcionando a ela os nutrientes necessários para o seu enriquecimento,” declara Elida Maiorani, bióloga e Diretora do Departamento de Turismo. “São Jorge do Patrocínio, cidade com muitas belezas naturais em razão do Parque Nacional de Ilha Grande, não deixa a desejar quando a questão é ambiental. As árvores a serem plantadas nesta localidade passam por um processo rigoroso de avaliação. O plano de arborização indica o local a se plantar e se a espécie é adequada para as vias públicas”, completa. De acordo com Erick Caldas Xavier, biólogo e Secretário Municipal de Meio Ambiente e Turismo, da mesma forma que foi realizado todo um estudo das espécies para a arborização, também são estudadas  as possibilidades de poda e corte das árvores que são solicitadas a Secretaria de Meio Ambiente e Turismo. Todas as espécies a serem retiradas são passadas por um rigoroso processo de avaliação, e se for necessária a retirada desta, logo de imediato é plantada outra muda no lugar se for o caso.

Fonte: Departamento de Comunicação

 Galeria de Fotos

 Veja Também