Geada atingir Umuarama e os municpios vizinhos, diz Simepar

Terça-feira, 23 de julho de 2013

Última Modificação: // | Visualizada 532 vezes

A previsão é de que as temperaturas caiam para 1°c a partir de amanhã.


Ouvir matéria

São Jorge do Patrocínio amanheceu mais fria na terça- feira (23) e permanecerá assim durante toda a semana. Além dos dias com muita nebulosidade e ventos em torno de 28 km/hora, a geada é a grande preocupação dos produtores rurais.

Segundo o Simepar, a previsão é de que hoje as temperaturas permaneçam entre os 5°C a 8°C.

Já na quarta-feira (24) o dia será ainda mais gelado. Isso se dá devido às geadas que atingirão todo o estado do Paraná. Nesse período, a temperatura poderá chegar a 1°C, com máximas de 15°C. Os meteorologistas do Simepar informam que a condição é extremamente favorável para geada, havendo a possibilidade de geada negra em Umuarama e região.

 

Na quinta-feira (25), os agricultores sofrerão mais uma vez com as intempéries. A geada não dará trégua, firmando-se no Município. A previsão é de que a mínima chegue a 3°C, com máximas de 16°C.

 

Na maioria das regiões do estado, o céu segue com bastante nebulosidade e até mesmo com chuvas. As precipitações ocorrem principalmente do Centro-sul até as praias e também nas regiões Norte e Noroeste. Não deve mais chover no Oeste e no Sudoeste. Esta combinação (frio e umidade) gera condição favorável à precipitação de neve nas serras gaúchas e catarinenses e também na parte sul do Paraná. Chance de chuva congelada também no Sudoeste e parte dos Campos Gerais.

 

ALERTA

 

O Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e o Instituto Simepar informam que, nesta madrugada há previsão de geadas na área oeste da região cafeeira do Paraná – compreendendo a faixa que passa por Xambrê, Umuarama, Altônia, São Jorge do Patrocínio, Iporã, Mariluz, Alto Piquiri, Jesuítas e municípios vizinhos.

 

A recomendação aos produtores é fazer imediatamente o “chegamento” de terra no tronco dos cafeeiros com idade entre seis e 24 meses. Essa proteção deve ser mantida até meados de setembro e depois retirada com as mãos.

Em lavouras recém-implantadas – até seis meses de campo – , deve-se enterrar as mudas com uma camada de terra, e mantêlas assim até cessar o risco de geada. Viveiros devem ser protegidos com cobertura (vegetal ou plástico) ou com uso de aquecimento.

 Veja Também