COMUNICADO

Quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Última Modificação: // | Visualizada 653 vezes


Ouvir matéria

A Secretária Municipal de Saúde, Meio Ambiente e Agricultura em parceria com o Departamento de Vigilância Sanitária vem comunicar a todos os munícipes de São Jorge do Patrocínio, sobre a utilização de agrotóxicos (venenos) nas áreas rurais e urbanas.

Muitos desses produtos são utilizados de forma errônea, podendo ocasionar sérios riscos de intoxicação a pessoas e animais, deixando  seqüelas ou levar até a própria morte.

Para se utilizar esses produtos as pessoas devem observar alguns cuidados descritos abaixo:

Evitar a compra de produtos com embalagens danificadas, adquirir de empresas idôneas, observar a data de validade.

O trabalhador deve ler as instruções do produto e pedir um receituário a um profissional da área antes de aplicar o produto na propriedade.

Todo trabalhador quando funcionário de alguma propriedade ou empresa deve informar se já ocorreu algum caso de intoxicação com o mesmo.

Fazer uso dos  Equipamentos de Proteção Individual (EPI) devendo ser usado tanto na hora de preparar a calda quanto na aplicação do produto.

Fazer a lavagem tríplice das embalagens, acomodar em local apropriado e fazer a devolução no local de aquisição, não utilizar as embalagens para outros fins.

O pulverizador precisa estar em boas condições e o trabalhador não deve permitir que crianças, animais e pessoas desprotegidas fiquem perto do agrotóxico.

Não se deve fazer misturas por conta própria. E é importante evitar a aplicação do agrotóxico nas horas mais quentes do dia ou quando o vento estiver muito forte.

Utilizar o produto especifico para cada tipo de situação, tomar cuidados  com a administração de venenos onde se  tenha a presença de pessoas e animais.

Identificar a lavoura quando se tem administrado produtos altamente tóxicos (riscos de intoxicações de pessoas e animais).

Pedimos a parceria de todos em melhorar a saúde das pessoas, animais  e do meio ambiente em que vivemos, pois acontecem sérios riscos a pessoas e animais com o uso de produtos utilizados de forma errônea.

Para maiores informações procure o Departamento de Vigilância Sanitária, Secretaria de Meio Ambiente e de Agricultura.

 Galeria de Fotos

 Veja Também