So Jorge do Patrocnio- PR, Intensifica as Aes no Controle da Dengue

Quinta-feira, 07 de novembro de 2013

Última Modificação: // | Visualizada 626 vezes


Ouvir matéria

A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo.

O Município de São Jorge do Patrocínio-Pr intensifica a partir de novembro o trabalho preventivo de combate a dengue. Os Agentes de Combate a Endemias, estarão  fazendo alem das visitas domiciliares, onde cumprem as Diretrizes do PNCD, farão visitas a vários outros locais, e também Educação em Saúde.

O combate a Dengue é uma responsabilidade dos órgãos públicos e de toda a população. Atualmente fazer o controle da Dengue está se tornando uma atividade complexa, por causa dos surgimentos de aglomerados urbanos, e de novos bairros, também na destinação imprópria de resíduos, o crescimento de visitantes de outros estados e municípios, e a mudança climática provocada pelo aquecimento global.

A prevenção é a única arma contra a doença!

A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acumulo de água parada, que são locais propícios para a criação e proliferação do mosquito Aeds Aegypit transmissor da doença. Para isso é importante não acumular água em latas,embalagens, copos, encerados,jarros de flores,tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, lixeiras, tambores,latões,garrafas, caixas d’água, cisternas entre outros.

 Esses cuidados devem se tomados o ano todo.

 A Secretaria de Saúde, através do Secretário Sérgio Laverde,apóia e oferece todos os meios para que os Agentes de Combate a Endemias( ACE) realizem todas as suas tarefas com o objetivo de que em 2014 possamos ter o mesmo êxito de 2013.

 Seguindo as Diretrizes e as orientações da 12° Regional de Saúde, a Coordenadora da Vigilância Ambiental Maria Lopes, visitou vários pontos do município, empresas, comércios orientando, que a melhor hora de se prevenir contra uma futura epidemia de dengue é justamente nesse período de inicio de verão , onde recebemos mais visitantes e  também por causa das grandes chuvas seguidas de um imenso calor, isso facilita uma maior probabilidade da reprodução do mosquito transmissor da doença.

 Galeria de Fotos

 Veja Também