Conferência Municipal de Saúde

SÃO JORGE DO PATROCÍNIO REALIZA CONFERÊNCIA DE SAÚDE

Quarta-feira, 05 de julho de 2017

Última Modificação: 05/07/2017 16:25:42 | Visualizada 1478 vezes

Secretária convida toda a comunidade e setores da sociedade


Ouvir matéria

Nesta quinta-feira, 06, é realizada em São Jorge do Patrocínio a XIII Conferência Municipal de Saúde. O evento será realizado no Salão de Múltiplo-Uso a partir das 13h e, durante toda a tarde, a população juntamente com entidades e demais setores da sociedade discutirão o panorama atual do setor de saúde no município, além das principais necessidades da população, de forma que haja aperfeiçoamento da cobertura de atendimento, no âmbito municipal e do SUS, sobretudo na garantia e melhor uso de recursos para este atendimento. Segundo a secretária de Saúde Sônia Gouveia Eschembach, é muito importante a participação da população e toda a sociedade na elaboração destas propostas. " As propostas aprovadas serão inclusas no Plano Municipal de Saúde 2018-2021. A população precisa participar da elaboração destas proposta para que possa cobrar a execução de forma coerente", afirmou a secretária.

Em entrevista, Sônia avalia a estrutura de atendimento em Saúde no município de forma positiva. "No Hospital Municipal Agnaldo Gouveia, melhoramos o fluxo de atendimento após a criação do Espaço da Gestante no Centro de Saúde, de forma que o atendimento possa ser continuamente ampliado. Além disso, realizamos periodicamente treinamentos de urgência e emergência para todas as equipes", observou Sônia. A secretária anunciou a vinda, em breve, de um médico do Programa Mais Médicos para reforçar a estrutura de atendimento.

Entrevista com a secretária de Saúde Sônia Gouveia Eschembach:

1. Quais os principais desafios que o setor de saúde enfrenta no município?

Sem dúvida, a área de saúde é uma das mais cobradas e fiscalizadas pela população em termos de resultados e qualidades dos serviços. A falta de atendimento com qualidade, por exemplo, poderá comprometer a saúde de um cidadão e trazer danos a sociedade. Fazer a gestão da saúde é um grande desafio ou, como se diz popularmente, "matar um leão por dia”. Mas somente a vontade de realizar não basta, é preciso realmente fazer acontecer, reduzir gastos, controlar e reduzir as filas de espera, manter o bom atendimento, e fazer com que os profissionais estejam motivados e comprometidos com o trabalho. A saúde em São Jorge do Patrocínio sempre recebeu atenção especial no orçamento municipal, superando as metas orçamentárias propostas pelo Ministério da Saúde. No entanto, o grande desafio é atender a comunidade com a mesma qualidade, utilizando da melhor maneira os recursos, de forma que a população seja sempre atendida em suas principais necessidades, e que todos, sem distinção, tenham acesso aos serviços de que disponibilizamos. A saúde é um direito de todos.

2. O que a população já percebe de diferente nas estruturas de atendimento (hospital, postos de saúde) nestes primeiros seis meses?

Hoje oferecemos atendimento na Unidade de Saúde Santo Agostinho com uma equipe que inclui dois médicos para consultas clinicas e, em breve, teremos um médico do programa Mais Médicos. Esta unidade está bem estruturada com ar condicionado e todos os equipamentos necessários para um bom atendimento. No Centro de Saúde Central oferecemos especialidades como ortopedia geral, pediatria, oftalmologia, psiquiatria, alergologia, pneumologia e geriatria, além de uma sala especial para  o atendimento às gestantes. No Hospital Municipal Agnaldo Gouveia, melhoramos o fluxo de atendimento após a criação do Espaço da Gestante no Centro de Saúde, de forma que o atendimento possa ser continuamente ampliado. Além disso, realizamos treinamentos de urgência e emergência para toda equipe, em especial a equipe do hospital com médico intensivista, para que todos estejam preparados para qualquer emergência que venha ocorrer no município.

3. A III Conferência Municipal de Saúde, a ser realizada no próximo dia 06 terá como tema "Quem faz o SUS", que norteará a condução das discussões. Você acredita que, identificando de fato quem faz o SUS, haverá uma linha de ação mais eficaz nas ações da secretaria?

Com certeza nossa conferencia, que realizaremos nesta quinta-feira, norteará as ações em saúde, e a participação da população é muito importante, visto ela terá o direito de sugerir e participar de maneira efetiva na elaboração das propostas, e que o município tenha amparo na tomada de decisão. As propostas aprovadas serão inclusas no Plano Municipal de Saúde 2018-2021. A população precisa participar da elaboração destas proposta para que possa cobrar a execução de forma coerente.

4. Algumas considerações finais:

Secretário de Saúde é um guardador de segredos. Um secretário de saúde cuida da gestão pública da Saúde, mas também dos segredos que lhe são confiados pelas instituições, colaboradores e, principalmente, usuários dos serviços de saúde. Cuidar significa ter respeito e atenção para com o que lhe confiam os que devem cuidar ou ser cuidados no âmbito da política sob sua responsabilidade. E a saúde, sendo um bem público, individual ou coletivo, é sempre um bem social e, como tal, do interesse de todos que precisam. Um gestor deve sempre buscar um diferencial, porém pode e deve, sempre que possível, fazer “mais do mesmo” para que a população possa se sentir protegida e segura.

Fonte: Secretaria de Saúde

 Galeria de Anexos

 Sônia Gouveia Eschembach

 Galeria de Fotos

 Veja Também